Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
29/12/23 às 18h34 - Atualizado em 29/12/23 às 18h53

🎥Prainha passa a ser monitorada por câmeras a partir deste Réveillon

Adriana Machado, da Ascom SSP-DF, e Zélia Ferreira, da Ascom Detran-DF

 

A Praça dos Orixás, conhecida pelas esculturas e festas religiosas, passa a contar com mais segurança a partir desta sexta-feira (29), dia que antecede as comemorações de Réveillon no local. Isso porque o espaço passa a integrar o Projeto de Videomonitoramento Urbano (PVU), da Secretaria de Segurança Pública do DF. A Prainha, como é conhecida, passa a contar com câmeras de videomonitoramento em tempo real.

 

“Com a implementação do videomonitoramento no local, será possível contribuir com a segurança da Prainha nas comemorações de ano-novo, garantindo o pleno exercício das liberdades culturais e religiosas. Os equipamentos darão suporte às ações das forças de segurança na prevenção e investigação de eventuais crimes ou contravenções”Sandro Avelar, secretário de Segurança Pública

As imagens – capturadas por meio de câmeras de alta resolução 2MP e Full HD – são transmitidas ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), que conta com 30 órgãos, bem como instituições e agências.

 

“Com a implementação do videomonitoramento no local, será possível contribuir com a segurança da Prainha nas comemorações de ano-novo, garantindo o pleno exercício das liberdades culturais e religiosas. Os equipamentos darão suporte às ações das forças de segurança na prevenção e investigação de eventuais crimes ou contravenções”, ressalta o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar. “Além disso, as câmeras ficarão permanentemente no local, o que será extremamente importante para implementar um policiamento mais inteligente e mais efetivo”, completa o secretário.

“Essa parceria com a SSP é muito importante, era um pleito antigo da comunidade que utiliza regularmente a Praça. Esse monitoramento vai contribuir para a diminuição da criminalidade no local, trazendo mais segurança aos frequentadores, além de ser uma forma de valorizar e respeitar as religiões de matriz africana, pois a praça já foi vítima do vandalismo algumas vezes”, frisou o administrador do Plano Piloto, Valdemar Medeiros.

 

A definição dos locais de instalação dos equipamentos é feita com base em levantamentos realizados pela Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF), e, também, com orientação de responsáveis por batalhões e delegacias nas regiões de funcionamento das novas câmeras. “Contamos, ainda, com sugestões das administrações regionais e da comunidade, por meio dos Conselhos Comunitários de Segurança”, explica o titular da SSP.

 

De acordo com o secretário Sandro Avelar, “as câmeras ficarão permanentemente no local, o que será extremamente importante para implementar um policiamento mais inteligente e mais efetivo” | Foto: Divulgação/SSP-DF

Nos últimos meses, mais cinco cidades – Lago Sul, Lago Norte, Paranoá, Varjão e Jardim Botânico – se juntaram a outras 24 monitoradas em tempo real pelas câmeras, instaladas em pontos estratégicos. Com isso, o DF ultrapassa a marca de 1,1 mil câmeras em funcionamento. Elas colaboram na agilidade e efetividade do trabalho, seja de forma preventiva, seja combativa em tempo real ou posterior, nas investigações.

 

Para 2024, o sistema vai chegar a outras regiões administrativas. A nova fase de ampliação teve início neste ano e deve ser finalizada em 2025, com o aumento estimado de 500 novas câmeras em regiões administrativas que ainda não contam com a tecnologia e, também, o fortalecimento daquelas já monitoradas.

 

Réveillon

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) planejou intervenções em vias que terão festa no próximo final de semana. As alterações são feitas para garantir segurança e tranquilidade ao público do evento. É importante que a população evite as vias interditadas ou com grande fluxo de veículos, além de se atentar para as travessias de pedestre e não estacionar de forma irregular.

 

Nas proximidades do evento, serão montados dois Pontos de Controle de Trânsito (PCTran). Nesses pontos, os agentes atuarão das 12h de sábado (30) às 4h de domingo (31) e das 15h de domingo (31) às 4h de segunda-feira (1º). O objetivo das equipes de fiscalização e policiamento de trânsito é garantir mais fluidez ao tráfego, inibir estacionamento irregular e auxiliar a travessia de pedestres.

 

A partir das 12h de sábado (30) até a madrugada de segunda-feira (1º), o acesso dos veículos que vierem da Ponte Honestino Guimarães à Praça dos Orixás ficará fechado com cercas plásticas. Além dos pontos fixos de controle, haverá patrulhamento nas imediações do evento a fim de coibir a prática de infrações de trânsito que coloquem em risco a segurança do trânsito.

 

 

Governo do Distrito Federal