Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
21/06/24 Ă s 11h03 - Atualizado em 21/06/24 Ă s 11h19

âœ‹đŸœđŸ‘©đŸŒâ€đŸŠ±đŸ‘©đŸŸPesquisa busca traçar panorama da violĂȘncia contra a mulher

AgĂȘncia BrasĂ­lia

 

O Instituto de Pesquisa e EstatĂ­stica do Distrito Federal (IPEDF), por meio da Diretoria de Estudos e PolĂ­ticas Sociais, realizarĂĄ uma pesquisa sobre a violĂȘncia contra a mulher no DF, intitulada “Panorama da violĂȘncia contra a mulher no Distrito Federal”. O levantamento buscarĂĄ compreender quem sĂŁo as vĂ­timas de violĂȘncia na capital, traçando um perfil sociodemogrĂĄfico dessas mulheres.

 

Diretora de Estudos e PolĂ­ticas Sociais, Marcela Machado afirma que “para enfrentar a violĂȘncia contra a mulher, Ă© preciso conhecer o fenĂŽmeno, entender quem sĂŁo as vĂ­timas e seus agressores” | Foto: Arquivo/ AgĂȘncia Brasilia

 

O estudo tambĂ©m vai investigar o perfil dos agressores, os locais onde a violĂȘncia ocorre, a percepção da população sobre a evolução dos casos de violĂȘncia contra as mulheres ao longo do tempo, e outras informaçÔes fundamentais para a definição de açÔes e prioridades do governo.

 

A pesquisa quantitativa serĂĄ feita com aplicação de questionĂĄrio em uma amostra da população do Distrito Federal. A ideia Ă© entrevistar 5 mil homens e mulheres, de forma presencial, em pontos de fluxo populacional, sobre temĂĄticas relacionadas Ă  violĂȘncia de gĂȘnero, como percepção sobre a evolução de situaçÔes de violĂȘncia contra a mulher nos Ășltimos 12 meses; o testemunho de alguma situação de violĂȘncia de gĂȘnero e identificação do local e do autor.

Para uma segunda etapa da pesquisa, pretende-se entrevistar apenas mulheres sobre situaçÔes de violĂȘncia sofridas nos Ășltimos 12 meses. O Decreto nÂș 45.930, publicado no DiĂĄrio Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quinta-feira (20), destina crĂ©dito suplementar no valor de R$ 661 mil para a realização do estudo.

 

“A realização dessa pesquisa inĂ©dita no Distrito Federal serĂĄ fundamental para guiar a ação do governo e da sociedade civil em busca de soluçÔes que garantam a vida e a segurança das mulheres”, afirma a diretora de Estudos e PolĂ­ticas Sociais do IPEDF, Marcela Machado. “Para enfrentar a violĂȘncia contra a mulher, Ă© preciso conhecer o fenĂŽmeno, entender quem sĂŁo as vĂ­timas e seus agressores. Os dados levantados por essa pesquisa buscarĂŁo, justamente, contribuir para ampliar esse conhecimento.”

 

 

Governo do Distrito Federal