Governo do Distrito Federal
9/12/22 às 10h50 - Atualizado em 9/12/22 às 11h17

DF prepara esquema especial de segurança para diplomação no TSE

Área central terá policiamento reforçado e mudanças pontuais no trânsito, na próxima segunda-feira (12). Orientação é que motoristas evitem a região

 

Por Adriana Machado da ASCOM/SSP-DF

 

Em reforço à segurança durante a cerimônia de diplomação dos eleitos para a Presidência e Vice-Presidência da República, solenidade marcada para a segunda-feira (12), às 14h, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP) elaborou um Protocolo de Operações Integradas (POI) que contempla diversas ações conjuntas pactuadas entre órgãos locais e federais.

 

Imagens serão enviadas do Ciob, em tempo real, às forças de segurança | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Imagens serão enviadas do Ciob, em tempo real, às forças de segurança | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

O planejamento prevê, além de policiamento intenso, atuação de equipes de atendimentos de emergência, maior efetivo nas delegacias responsáveis pela região central de Brasília e ações de trânsito nas principais vias de acesso ao TSE.

 

Toda a movimentação será acompanhada pelas forças de segurança do DF, por meio de imagens e informações enviadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob).

Cidade da Segurança

Para maior celeridade aos atendimentos de ocorrências e na prestação de serviços durante o evento, será montada uma da Cidade da Segurança, ao lado do TSE. A estrutura dará apoio aos agentes durante a operação. As forças de segurança terão base no local.

 

“Colocaremos em prática o planejamento prévio e integrado para maior segurança durante a diplomação, evento formal que antecede a posse presidencial, em 1º de janeiro”, informa o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo. “Teremos ações de segurança traçadas especialmente para este dia e, claro, com base em eventos do tipo já coordenados pela Segurança Pública do DF. A movimentação será monitorada, em tempo real, com apoio de equipes de inteligência em campo, para ajustes e atuação mais rápida, se necessário”.

Reforço do policiamento

O policiamento será reforçado em toda região pela Polícia Militar do DF (PMDF). Unidades especializadas da corporação, como as tropas de choque, cavalaria, operações aéreas, policiamento com cães e operações especiais, estarão no local para apoio, caso seja necessário. Além desse reforço, o local contará com segurança própria, feita pela Polícia Judicial.

 

O Departamento de Trânsito do DF (Detran) atuará no controle e organização do fluxo nas proximidades do tribunal. As vias nas imediações do TSE serão fechadas e protegidas por gradis. A reabertura para trânsito de veículos será feita após o término do evento e avaliação das autoridades de segurança pública.

Orientação

De acordo com o comandante do Policiamento de Trânsito da PMDF, coronel Edvã Sousa, o objetivo é garantir a segurança de todos os que estarão presentes no ato e garantir fluidez ao trânsito. Mesmo se tratando de um evento fechado, vale o alerta do gestor com relação à circulação na área: “Orientamos que a população evite a região”.

 

As ocorrências policiais serão concentradas na 5ª Delegacia de Polícia, responsável pela área. Haverá reforço no contingente da delegacia, além de policiais que estarão de prontidão para eventuais acionamentos. Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) estarão em diferentes pontos nas proximidades do TSE e poderão ser acionadas a qualquer momento. Além de viaturas para pronto atendimento a emergências pré-hospitalares, incêndio e salvamento, o posto de comando do CBMDF também estará na Cidade da Segurança, montada ao lado do TSE.

 

Órgãos locais e federais que participam da operação estarão estruturados para atuar em caso de possíveis manifestações. Há dois espaços separados por grades destinados a diferentes públicos na lateral do TSE.

 

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto