Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/11/15 às 18h09 - Atualizado em 29/10/18 às 12h40

Viva Brasília terá plano integrado de prevenção às violências

COMPARTILHAR

Pela primeira vez, pasta da segurança pública e forças policiais trabalharão de forma articulada com as áreas sociais para atuar na prevenção às violências. Programa Cultura de Paz será validado pela sociedade civil nesta quarta (25/11)


O programa Cultura de Paz será apresentado à sociedade civil durante o Fórum Preparatório da Conferência Distrital de Segurança Pública, evento que será realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães entre às 9h30 e às 18h30 desta quarta-feira (25/11). O programa Cultura de Paz reúne as iniciativas de prevenção do Viva Brasília – Nosso Pacto pela Vida, principal ação do governo na área de segurança pública. 

O Cultura de Paz foi construído a partir de 25 reuniões do GT Prevenção, grupo de trabalho coordenado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, do qual participaram representantes das forças policiais, das pastas sociais do governo e de organizações não governamentais. O programa foi validado por especialistas no assunto durante o Workshop Prevenção, realizado no último dia 20/10.

De acordo com a subsecretária de Segurança Cidadã, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar, o diferencial do programa Cultura de Paz é o seu potencial agregador: “Construímos uma metodologia de trabalho em que há interação entre os órgãos de segurança, as intersetoriais de governo e a sociedade civil. É um alinhamento histórico, no qual a cidadania ativa e a segurança qualificada se complementam numa visão integral de segurança pública”.

O programa Cultura de Paz define estratégias para a redução das vulnerabilidades sociais que afetam as comunidades mais violentas do DF, além da efetivação de práticas que ajudem a combater a criminalidade e o ciclo da violência, como a reintegração à sociedade de egressos do sistema prisional. “O conceito de segurança cidadã vai atuar em duas perspectivas nesse plano de ações: nas vulnerabilidades sociais, com o intuito de minimizar as incivilidades, as desordens, e as violências que ocorrem na comunidade; e nas vulnerabilidades criminais, com o intuito de responsabilizar, punir e reintegrar os indivíduos que praticam crimes”, explica Márcia de Alencar.

Durante o evento desta quarta, também será apresentada a Carta pela Cidadania, documento que sintetiza a linha de pensamento do programa Cultura de Paz. A carta compromete a sociedade brasiliense no acompanhamento e monitoramento da execução do programa. “A participação social é essencial para a construção, a execução e o monitoramento do Viva Brasília”, destaca Márcia de Alencar. O texto da Carta pela Cidadania será discutido e votado em sessão plenária a partir das 17h30.

A expectativa é que cerca de 3 mil pessoas participem do Fórum Preparatório da Conferência Distrital de Segurança Pública. No evento, também será realizada a cerimônia de posse dos novos membros dos 37 Conselhos Comunitários de Segurança (Gestão 2015/2017). Confira a programação completa aqui.

Confira aqui a íntegra da Carta Pela Cidadania, a ser validada no Fórum Preparatório da Conferência Distrital da Segurança Pública, no próximo dia 25/11.