Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/02/19 às 13h44 - Atualizado em 6/02/19 às 13h51

SSP/DF e Polícia Civil homenageiam papiloscopistas

COMPARTILHAR

 

Joaquim São Pedro, da Ascom – SSP/DF

 

 

Solenidade realizada no auditório da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), na última terça-feira (4), foi o ponto alto das homenagens pelo Dia do Papiloscopista, comemorado todo dia quatro de fevereiro. O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), Anderson Torres, o secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, o diretor-geral da Polícia Civil, Robson Cândido, foram unânimes em reconhecer a importância do trabalho dos policiais papiloscopistas na elucidação de crimes diversos. 

 

De acordo com o secretário Anderson Torres, há uma enorme preocupação por parte da SSP/DF com os crimes contra o patrimônio, especialmente, roubo de celular – uma das motivações dos crimes de homicídio no Distrito Federal. O trabalho dos papiloscopistas é essencial na elucidação dos crimes contra o patrimônio e contra a vida. O Distrito Federal é reconhecidamente uma das unidades da Federação com alto índice de resolução de crimes.

 

“Os crimes contra o patrimônio fazem com que a sensação de insegurança da população aumente. Portanto, na política de segurança que nós estamos preparando para os próximos quatro anos de governo, a perícia terá muita importância. É um reconhecimento para a população do Distrito Federal e para a categoria”, adiantou o secretário, que, antes de ingressar na Polícia Federal, atuou como papiloscopistas na PCDF.

 

Outra atividade realizada pelos profissionais homenageados, de grande importância para o Judiciário, é a emissão de laudos papiloscópicos. O documento é essencial para sentença de juízes.  A PCDF possui 47 milhões de impressões digitais catalogadas e mais de quatro milhões de fotos em seu banco de dados. Somente no último ano, realizou mais de 14 mil perícias. 

 

Peritos da Polícia Civil do DF, entre os quais dois papiloscopistas, estão em Brumadinho (MG), desde a semana passada, ajudando na busca e identificação de pessoas que foram vítimas do acidente com barragem da Vale do Rio Doce, que se rompeu e causou mortes e destruição na cidade mineira.

 

Ao final da cerimônia, os servidores e autoridades presentes, entre os quais o secretário Anderson Torres, receberam a Medalha Mérito Papiloscópico.