Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/04/19 às 17h41 - Atualizado em 17/04/19 às 17h41

Segurança terá esquema especial no Morro da Capelinha

COMPARTILHAR

João Roberto, da Ascom/SSP-DF

 

A Via Sacra no Morro da Capelinha, em Planaltina, deve receber 160 mil pessoas, nesta sexta-feira (18), segundo estimativa dos organizadores. O evento, que está na 46ª edição, é considerado um dos mais importantes do contexto cultural e religioso do Distrito Federal.

 

A Secretaria de Segurança Pública coordenou, junto às Forças de Segurança, organizadores do evento e outros órgãos de governo, a elaboração do protocolo que norteará a operação. As ações serão monitoradas pelo Centro Integrado de Operações de Brasília (CIOB). Para garantir a segurança do público, bem como das aeronaves da segurança pública, o uso de drones está proibido.

 

Assim como no Carnaval, a Polícia Militar vai montar a “Cidade da Polícia” na entrada do Morro Capelinha. O local servirá como base para os cerca de 350 policiais militares que atuarão antes, durante e depois da encenação. O policiamento no local vai começar um dia antes, já no início da montagem das estruturas.

 

“Vamos reforçar, também, as ações em Sobradinho e Planaltina, pois o fluxo de pessoas de outras regiões aumenta e pode haver impacto na segurança dessas cidades”, garantiu o chefe da Seção Operacional da PMDF, tenente-coronel Wesley Santos. Unidades especializadas, como BPChoque e Rotam, atuarão nas imediações do Morro. O Batalhão de Motopatrulhamento Tático fará o reforço nos estacionamentos.

 

O Corpo de Bombeiros atuará junto à Secretaria de Saúde e Cruz Vermelha em postos pré-hospitalares, que serão instalados na área. A corporação contará com 231 militares, 44 viaturas e aeronave. Os militares estarão distribuídos no local da encenação para atendimento e encaminhamento aos postos médicos, caso necessário.

 

A Defesa Civil, por sua vez, realizou vistorias preventivas nos acessos ao local do evento, nas estruturas e nas instalações elétricas. A Delegacia Móvel, da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), fará registro de ocorrências criminais no local. Também será possível realizar consulta de suspeitos, identificação de pessoas com mandado de prisão em aberto, entre outras pendências. As delegacias de Planaltina e Sobradinho receberão reforço de policiais.

 

Mudanças no trânsito

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) fará a sinalização e o controle de veículos e de pedestres nas quatro vias intermediárias de acesso ao Morro. Uma das vias será exclusiva para o trânsito de pedestres. As demais serão destinadas ao trânsito de veículos, situações de emergência e para a produção do evento. Para a operação, o Departamento destinou 42 agentes, 20 viaturas, helicóptero, guinchos e empilhadeira, para remoção de veículos estacionados em locais proibidos.

 

A DF-230, principal via de acesso ao Morro, terá sentido único a partir das 13h, no trecho entre o Colégio Agrícola e a rotatória com a DF-130. Ao término, a rodovia terá sentido único para os dois lados, sentidos BR-020 ou DF-130, a partir do Morro da Capelinha. O controle do tráfego de veículos e o suporte aos pedestres que chegam ao local a pé serão feitos pelos Comandos de Policiamento de Trânsito (CPTran) e Montado (Cavalaria).

 

O Detran e a PMDF recomendam aos motoristas que cheguem com antecedência e observem a sinalização e o direcionamento dos agentes de trânsito. “O fluxo é alto nos momentos que antecedem o início do evento e, como as pessoas têm pressa, acabam estacionando em local proibido. Isso compromete o fluxo de pessoas e, principalmente, dos veículos de emergência. Veículos estacionados em locais proibidos podem ser guinchados”, alerta o chefe da comunicação social Detran, agente Glauber Peixoto.