Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/12/20 às 11h00 - Atualizado em 18/12/20 às 11h04

🤝🚨Segurança Pública faz balanço anual e traça metas para 2021

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

Com objetivo de debater assuntos institucionais, planejar ações futuras e avaliar os resultados alcançados em 2020, o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres, subsecretários e gestores da Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF), reuniu-se com os dirigentes das forças de segurança. Os titulares das polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e Civil do Distrito Federal (PCDF), Departamento de Trânsito do DF (DETRAN-DF) e Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) participaram da reunião anual, que ocorreu na Residência Oficial de Águas Claras (ROAC), nesta quinta-feira (17).

O planejamento para os próximos anos deu o tom ao encontro. “Nossas ações serão pautadas pelo programa DF Mais Seguro, que tem total aprovação e apoio do governador Ibaneis Rocha, e será determinante para o planejamento dos próximos dois anos. Ele vai pautar de forma ainda mais adequada a aplicação de nossas políticas. Importante ressaltar que tudo o que temos realizado é pautado pelo interesse público. Desta forma, este continuará a ser nosso objetivo”, ressaltou Torres.

O Distrito Federal tem se destacado no cenário nacional por conta da redução dos crimes contra a vida e contra o patrimônio, mesmo diante da pandemia, em que foi necessário realizar ajustes, como avaliou Torres. “Foi preciso inovar para que nossos índices permanecessem em decréscimo, mesmo diante do cenário pandêmico, e também para que atingíssemos números tão positivos quanto em 2019, quando alcançamos a marca de menor número de homicídios em 35 anos. Só posso agradecer pelo ano tão produtivo. Em 2021 continuaremos a aplicar o que tem dado certo e pautar ainda mais nossas ações com base na inovação e tecnologia para um Distrito Federal cada vez mais seguro”.

O comandante-geral, coronel William Bomfim, apresentou dados e atividades realizadas neste ano. “A corporação recebeu equipamentos, viaturas e procuramos investir também na formação de nossos bombeiros e bombeiras. Para o próximo ano, a expectativa é da construção de um novo centro de formação para praças, da Cidade do Bombeiro e daremos seguimento aos processos com uso da inovação”.

A integração entre as forças foi mencionada pelo diretor-geral do DETRAN-DF, Zélio Maia. “Estamos buscando cada vez mais a integração com as forças de segurança”.

 

O compilado da produtividade da PCDF neste ano foi apresentado aos presentes. Ao todo, cinco toneladas foram apreendidas. As prisões e apreensões realizadas pelas unidades policiais chegou a 7.780 e mais de setecentos e cinquenta operações aéreas foram realizadas. Um dos destaques foi a implementação do Plantão Extraordinário de Local de Crime (PEL), que tem contribuído muito efetivamente com a resolução de homicídios. Os índices elevados rendeu destaque nacional neste ano.

 

A produtividade anual da PMDF também foi apresentada. Neste ano, houve recorde de apreensão de armas – 1364 foram retiradas das ruas do Distrito Federal neste ano. Doze mil pessoas foram presas em flagrante, enquanto que mais de 13 mil autos por alcoolemia foram aplicados. Policiais militares atenderem pelo menos 300 mil ocorrências em todo o DF.

 

Edição: João Roberto