Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/09/20 às 20h35 - Atualizado em 4/09/20 às 20h42

🚨🧒👱‍♀Segurança comunitária é tema de debate virtual da SSP/DF

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

Ações de segurança comunitária por meio do Programa Rede de Vizinhos Protegidos, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), e a importância dos Conselhos de Segurança Comunitários de Segurança (Consegs) foram os temas da live promovida pela Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF), nesta sexta-feira (4). O comandante do 24º Batalhão, major Nafez Cury, e o coordenador do Consegs, Marcelo Batista, participaram do debate virtual transmitido no Instagram da pasta.

 

O programa Rede de Vizinhos Protegidos foi implementado nas regiões do Taquari e do Lago Norte, em março de 2017, pelo 24º Batalhão, responsável pela área e também pelo Varjão. A partir da organização de moradores que solicitam que determinada rua, conjunto ou quadra seja incluída no programa, os policiais dão o suporte necessário para implementação. “A proximidade geográfica dos moradores é importante nestes casos, pois, após reunião para informar o funcionamento do programa e o tipos de crimes mais comuns na região, é feito um cadastro dos moradores e criado um grupo por meio do aplicativo WhatsApp. Ao perceber uma situação suspeita, o vizinho avisa no grupo, que é acompanhado pelos policiais, e em seguida liga para o 190 ou para o telefone do batalhão”, explica Nafez.

 

O modelo foi implementado com base em projeto similar de Minas Gerais. Foi criada uma seção no batalhão para cuidar exclusivamente dessa pauta. O objetivo é reduzir crimes contra o patrimônio, principalmente em residências, como afirma o comandante. “Já ficamos meses sem registrar nenhum furto em toda a área de reponsabilidade do batalhão. Ano passado, chegamos a ficar dez meses sem registrar furtos na região de responsabilidade do 24º Batalhão. Uma vitória para a segurança pública e principalmente para o cidadão”.

 

Atualmente, cerca de 40 mil pessoas participam dos mais de 300 grupos criados. “Partimos da premissa de que um cuida do outro. Acaba que há uma interação maior entre os moradores e também com os policias, que são vistos como um amigo, como parceiro e estão ao lado do cidadão, como um braço armado na prevenção de crimes”, diz Nafez.

 

Os moradores que aderem ao programa, colocam uma placa no portão da residência, identificando que a residência faz parte da Rede de Vizinhos Protegidos. Eles se organizam e colocam uma sinalização também na entrada da rua ou conjunto sinalizando a participação no programa.

 

Consegs
Os Conselhos de Segurança (Consegs) são fundamentais para a segurança pública nas regiões administrativas. Atualmente, há 37 ativos em todo o DF. “As reuniões dos Consegs permitem uma maior proximidade com a população e são fundamentais para o resultado final de nossas políticas de segurança, pois recebemos mais rapidamente as demandas da população. Não há como falar em segurança pública sem a participação da comunidade”, explica Marcelo.

 

De acordo com o coordenador, há dezesseis membros participantes das reuniões dos Consegs, que têm sido realizadas de forma virtual durante a pandemia. “Nem todos comparecem em todos os encontros, como as forças de segurança e a SSP/DF. Podemos solicitar a participação de qualquer um deles para atender demandas específicas, como as direcionadas para a Companhia Energética de Brasília (CEB) e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

 

As datas das reuniões e demais informações sobre os conselhos podem ser solicitadas por meio do telefone 34418871 ou pelo e-mail conseg@ssp.df.gov.br.

 

A live completa pode ser conferida neste link.

 

Edição: João Roberto

Arte: André Feitosa/Felipe Oliveira