Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/11/16 às 20h51 - Atualizado em 29/10/18 às 12h39

Projetos voltados à juventude são apresentados em fórum sobre medidas socioeducativas

COMPARTILHAR

Entre as ações está o programa Picasso não Pichava, da SSP-DF, que funciona há 17 anos

 

Iniciativas da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social voltadas à prevenção de conflitos e violência entre adolescentes e jovens foram apresentadas no “Fórum Distrital de Priorização do Meio Aberto –  Fortalecendo as Medidas Socioeducativas de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade”. O evento, da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, ocorreu entre quinta e sexta, dias 24 e 25, no Uniceub.

Cerca de 200 pessoas participam do projeto nos dois dias. O objetivo é reunir servidores públicos que atuam como gestores do sistema socioeducativo e de Justiça, além de adolescentes, familiares, alunos do centro universitário e representantes da sociedade civil. Também está entre as propostas do encontro o fortalecimento das Unidades de Atendimento em Meio Aberto (Uamas), onde adolescentes que cometeram atos infracionais prestam serviços comunitários ou ficam em liberdade assistida.  

O principal projeto da SSP-DF apresentado foi o Picasso Não Pichava, que está em funcionamento há 17 anos. Foi exibido durante o primeiro dia do evento o documentário “A dona de casa” produzido por adolescentes que participam da oficina de áudio e vídeo do programa. Ele mostra como mães dividem os serviços de casa, o cuidado com os filhos e a rotina do trabalho externo. 

Para o cineasta e servidor da SSP-DF, Fáuston Pereira, ocupar o tempo dos jovens com arte é a oportunidade de fazer refleti-los sobre as decisões da vida. “Mudar a realidade desses jovens por meio da arte cinematográfica é dar a eles responsabilidades e condições para modificar o futuro”, enfatizou. 

Saiba mais sobre o evento