Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/04/18 às 17h20 - Atualizado em 29/10/18 às 12h55

Projeto ciclístico da PMDF completa três anos

COMPARTILHAR

Por: Adriana Machado e Igor Nogueira

 

Por conta da necessidade da população local praticar o esporte com segurança, o 2º Comando de Policiamento Regional Oeste (CPRO), reposnsável pelos batalhões de Ceilândia e Brazlândia, criou o Pedal Cultural. Para comemorar o terceiro ano de criação do projeto, serão realizadas atividades voltadas para comunidade e ciclistas no próximo domingo (15).

 

A partir das 8h, artistas e bandas locais vão se apresentar na sede do 2º CPRO. Haverá ainda hasteamento da bandeira, distribuição de frutas para os atletas e corte do bolo pelo aniversário do projeto. A partir das 10h, os ciclistas farão um passeio ciclístico com apoio dos policiais militares.

 

“São esperadas cerca de 400 pessoas para o passeio ciclístico, inclusive grupos de outras regiões do Distrito Federal. Eles sairão da sede do Comando e seguirão pela Expansão do Setor O e Praça da Bíblia e retornarão para o local de saída”, explicou o comandante do 2º CPRO, coronel Edgar Rojas.

 

O projeto aproximou a população do Comando. “Eles procuraram o comandante à época e fizeram esse pedido com intuito de praticar o esporte com segurança. O ganho foi para os dois lados, pois vemos uma aproximação maior da comunidade e a corporação”, avaliou o comandante.

 

A cabeleireira Catarina Costa, de 67 anos, aprendeu a pedalar no projeto e destaca que o esporte trouxe melhorias para saúde e mais disposição. “Só de estar junto com o grupo é compensador. Eles dão uma assistência muito grande e acho que esse trabalho é muito importante para a comunidade. Agora estou dormindo bem, minha circulação sanguínea melhorou e a atenção dos militares é incrível.”

 

Pedal toda terça-feira

 

Para participar do Pedal Cultural, o interessado deverá se dirigir ao 2º CPRO, localizado no Setor de Indústrias de Ceilândia, às terças-feiras, a partir das 19h. Não há limite de idade.

“Semanalmente, cerca de 80 pessoas participam do “pedal”, sempre com o apoio de motocicletas e viaturas para garantir a segurança dos participantes”, finalizou Rojas.