Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/05/20 Ă s 11h16 - Atualizado em 21/05/20 Ă s 11h19

đŸššđŸ˜·PCDF continua a identificar pacientes e vĂ­timas da COVID-19

Divisão de Comunicação, da PCDF

 

Em razĂŁo da pandemia da doença COVID-19, o Instituto de Identificação, por meio de seu LaboratĂłrio de Exames NecropapiloscĂłpicos em CadĂĄveres Especiais – LENCE, desenvolveu e implementou um novo protocolo para a identificação cĂ©lere e segura de pacientes e cadĂĄveres em hospitais vinculados Ă  Secretaria de SaĂșde do Distrito Federal (SES). Esse procedimento tem se mostrado fundamental para restringir o deslocamento dos policiais civis Ă s unidades de saĂșde, minimizando os riscos de contaminação e transmissĂŁo da doença.

 

O II/PCDF desenvolveu “kits” para a coleta biomĂ©trica e os encaminhou aos hospitais, juntamente com instruçÔes para a execução das etapas necessĂĄrias e um link para acesso remoto.

 

Trata-se de uma tĂ©cnica simples e prĂĄtica para registro de biometrias, com riscos mĂ­nimos de contĂĄgio para os profissionais de saĂșde encarregados dos procedimentos de coleta. As pessoas que chegam aos hospitais sem identificação tĂȘm suas impressĂ”es digitais e imagens faciais coletadas, as quais sĂŁo, em seguida, enviadas eletronicamente Ă  equipe do LENCE para pesquisa no sistema automatizado que acessa mais de 4 milhĂ”es de registros no banco multibiomĂ©trico de identificaçÔes civis e criminais do Instituto de Identificação. Conheça a tĂ©cnica neste link.

 

 

A colaboração entre a Secretaria de SaĂșde do DF e os Papiloscopistas da PolĂ­cia Civil do Distrito Federal vem garantindo a preservação do fluxo de identificaçÔes de indivĂ­duos e cadĂĄveres, sendo que atĂ© o momento o protocolo permitiu a identificação de 11 (onze) vĂ­timas do vĂ­rus Sars-CoV-2.