Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/03/21 às 17h14 - Atualizado em 15/03/21 às 17h17

🚨🙎🏼‍♀️🙎🏿‍♂️Mais de 38.800 comércios vistoriados no fim de semana

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF , e Suzano Almeida, da DF Legal 

 

Entre sexta-feira (12) e domingo (14), em cumprimento ao decreto que suspende a circulação de pessoas das 22h às 5h – exceto situações permitidas como deslocamento para hospitais – foram vistoriados 38.383 estabelecimentos comerciais por todo o Distrito Federal.  O total inclui, também, a fiscalização de medidas previstas em decretos anteriores, como suspensão de atividades não essenciais.

 

“O decreto permanece válido até o próximo dia 22. Até lá precisamos que a população continue a contribuir com as ações do GDF. O comprometimento dos órgãos envolvidos tem sido primordial para a continuidade e bons resultados da operação Toque de Recolher. Temos percebido muita boa vontade da população e precisamos que todos continuem conosco para que a situação do DF em relação à pandemia melhore”, detalha o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres.

 

Na madrugada de sexta para sábado a DF Legal multou em R$ 10 mil a organizadora de um evento no Setor Roda D’água, em Ceilândia

 

As abordagens resultam da ação integrada entre a DF Legal – responsável pela coordenação situacional – e a Polícia Militar. Os órgãos se dividem em dezesseis frentes de trabalho por turno turno – das 8h às 13h, 13h às 18h e entre 20h e 4h. Do total, 1.198 foram abordados, 53 multados e 81 interditados por descumprirem os decretos de combate à Covid-19.

 

Somente no domingo (14) foram 10.423 vistorias a estabelecimentos, sendo 462 abordagens. Foram aplicadas 21 multas e interditados 27 comércios. Outros 768 quiosques foram vistoriados, sendo 76 abordados, além de retirados 132 ambulantes. Uma pessoa foi multada por descumprir o toque de recolher e uma por se recusar a usar máscara.

 

Na madrugada de sexta para sábado a DF Legal multou em R$ 10 mil a organizadora de um evento no Setor Roda D’água, em Ceilândia. Um dos participantes recebeu multa de R$1 mil.

 

No fim de semana, o Corpo de Bombeiros realizou 81 operações  | Foto: Divulgação/SSP

Outras ações

PMDF implementou pontos de bloqueio em vias do DF

Os demais envolvidos – Polícia Civil (PCDF), Departamento de Trânsito (Detran) e Corpo de Bombeiros (CBMDF), as secretarias de Mobilidade (Semob), de Agricultura (Seagri) e de Economia (Seec), além da Vigilância Sanitária, do Brasília Ambiental, DER e Procon permanecem executando ações a partir de planejamentos próprios, de acordo com a competência de cada um.

 

A PCDF fez rondas em diferentes regiões de sexta a domingo, por meio das delegacias de área. Os policiais abordaram 1.835 pessoas e 287 veículos.

 

A PMDF montou pontos de bloqueio na via Estrutural (DF-095), EPIA Norte e Sul, Planaltina, Samambaia e Lago Sul no final de semana. Ao todo, 978 veículos foram abordados. Não houve nenhum registro de desrespeito ao toque de recolher. Na sexta-feira (12), sete pessoas foram autuadas por alcoolemia. No sábado, um condutor fugiu do ponto de bloqueio, entrou na contramão. Porém, foi abordado e autuado pela DF legal por transitar fora do horário (na EPTG), descumprindo o horário de estabelecido pelo decreto. Já no domingo (14), dez pessoas foram autuadas por alcoolemia.

 

“Reiteramos nosso pedido de não misturar álcool e direção” Coronel Edvã de Oliveira, comandante do Policiamento de Trânsito da PM

 

“O que temos percebido é uma contribuição muito grande por parte da população, que tem respeitado o horário com suspensão de circulação, das 22h às 5h. Nossa atuação no trânsito extrapola o decreto, pois precisamos estar atentos a outras questões e nos deparamos com situações de pessoas dirigindo após ingestão de bebida alcóolica. Reiteramos nosso pedido de não misturar álcool e direção”, completa o o comandante do Policiamento de Trânsito da PMDF, coronel Edvã de Oliveira.

 

No final de semana, o CBMDF realizou 81 operações de fiscalização. Participaram 113 viaturas e 425 bombeiros. Os militares realizaram ações em Ceilândia, Asa Sul e Norte, São Sebastião, Vila Planalto, Samambaia, SIA, Lago Norte, Lago Sul, Recanto das Emas, Candangolândia, Brazlândia, SIA, Taguatinga, Brasília, Santa Maria, Águas Claras, Gama, Brasília, Núcleo Bandeirante, SOF Ceilândia, Vila Planalto.

 

Na sexta-feira (12), três estabelecimentos foram orientados a baixar as portas após as 22h. No domingo (14), foram registradas duas ocorrências no Núcleo Bandeirante: um estabelecimento comercial estava aberto após as 22 horas e uma aglomeração nas proximidades do CEF 01. Não foi necessário reforço policial, pois apenas com a orientação dos militares o comércio foi fechado e as pessoas dispersaram.

 

Na sexta (12) e no sábado (13), o Detran-DF montou pontos de bloqueio em Águas Claras, Planaltina e Riacho Fundo, e patrulhamento com abordagens no Lago Sul, Asa Sul, Asa Norte, Sobradinho 1 e 2, Paranoá, Sudoeste, Asa Sul e Riacho Fundo.

 

Foram registradas 619 abordagens, 36 alcoolemias administrativas, 2 condutores inabilitados, 1 com a CNH vencida, remoção de 18 veículos e  4 motocicletas com escapamento irregular.

 

A semana

Entre  8 e 14 de março, a Secretaria DF Legal, em conjunto com a força-tarefa do GDF, realizou 76.916 vistorias a comércios em todas as regiões administrativas. Desse total, 2.561 foram abordados, 81 multados e 189 interditados.

 

De acordo com o secretário da DF Legal, “os estabelecimentos que insistiram em descumprir as medidas, que são para a própria proteção da população, foram multados e interditados. A fase de orientação já passou. Precisamos tomar medidas que ajudem a reduzir o número de casos e diminua a pressão sobre o sistema de saúde”. Ele reitera a importância do compromisso da população. “Nossa melhor fiscalização é a cooperação da população. Fique em casa e logo teremos condições de voltar às nossas atividades normais”.

 

Desde segunda-feira (8), 1.584 ambulantes foram retirados de vias públicas. Foram 4.267 vistorias a quiosques, tendo sido 393 abordagens. No mesmo período, cinco pessoas foram multadas por falta de máscara e duas por descumprimento do toque de recolher.

 

Edição: Agência Brasília

Foto: Divulgação CBMDF e PMDF