Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/06/18 às 14h14 - Atualizado em 29/10/18 às 12h51

? Greve dos caminhoneiros: Forças de segurança garantiram proteção à população do DF

Igor Nogueira

A paralisação dos caminhoneiros, entre os dias e 21 e 30 de maio, impediu o transporte de insumos agrícolas, combustíveis, alimentos e outros produtos para todo o país. No Distrito Federal, as forças de segurança garantiram a escolta de caminhões e o reabastecimento da cidade. O Balanço da Segurança, apresentado sexta-feira (8), mostrou que os crimes monitorados pelo Viva Brasília – Nosso Pacto Pela Vida mantiveram redução no período.

 

“Posso afirmar que, apesar de todo esforço para que mantivéssemos o abastecimento de combustíveis, gás de cozinha, suprimentos hospitalares e outros, em nada impactou a segurança da cidade nesse período. Pelo contrário, nós percebemos que houve redução [dos crimes] no espaço de tempo”, afirmou o secretário da SSP/DF, Cristiano Sampaio.

 

De acordo com levantamento da SSP/DF, produzido excepcionalmente pelo grande impacto da greve – a pasta não costuma fazer análises inferiores a um mês, durante os dez dias de paralisação dos caminheiros, houve oito homicídios, enquanto nos mesmos dias do ano passado foram registrados 17 casos.

 

Os crimes contra o patrimônio também tiveram redução: de 27,7%. Furtos em veículos registraram queda de 39,2%. Em números absolutos, o roubo a pedestre foi o que mais caiu, com 273 casos a menos. Roubo de veículo, em coletivo, em comércio e em residência também diminuíram.

 

 

Gabinete Integrado

Os efeitos da paralisação foram minimizados por conta da atuação do Gabinete Integrado de Acompanhamento (GIA), instituído no dia 25 de maio. O comitê foi coordenado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social (SSP/DF) e pela Casa Civil até a normalização dos serviços.

 

Apenas no último dia de atuação do GIA, dia 4 de junho, 3,6 milhões de litros de gasolina foram distribuídos aos postos do Distrito Federal. Os caminhões também abasteceram o DF com 40 mil litros de etanol e 155 mil litros de óleo diesel na data.