Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/02/19 às 14h24 - Atualizado em 20/02/19 às 18h36

Governador anuncia paridade salarial da PCDF com a Polícia Federal

COMPARTILHAR

 

Hédio Ferreira Júnior, da Agência Brasília 

 

O governador Ibaneis Rocha anunciou nesta terça-feira a proposta de paridade salarial da Polícia Civil do Distrito Federal com a Polícia Federal (PF). O reajuste dos salários de 37% será gradual e feito em seis parcelas, pagas nos meses de abril e setembro de cada ano, de 2019 a 2021. O impacto previsto na folha de pagamento neste primeiro ano deverá ser de R$ 96 milhões.

 

Neste primeiro ano, serão 10% de reajuste, no próximo serão 13% e no seguinte o restante de 14%. A medida é uma reivindicação da categoria que não conseguiu a equiparação dos salários na gestão passada do Governo do Distrito Federal. Com a paridade, um delegado de carreira passará a ter um salário em torno de R$ 30 mil.

 

O governador garantiu ainda que, caso os vencimentos da PF sejam reajustados nos próximos três anos, uma nova proposta para paridade será estudada. A equipe da Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão estudou a paridade salarial para absorver o impacto do aumento nas contas públicas do DF.

 

De acordo com o diretor-geral da Polícia Civil, Robson Cândido, ao tomar conhecimento das contas do Executivo a categoria entendeu a necessidade de adaptar a demanda dos policiais à realidade econômica do DF. “Chegamos a um bom resultado”, acredita.

 

A proposta ainda precisa ser aprovada pela categoria para ser imediatamente enviada ao governo federal. Por meio de uma Medida Provisória, o reajuste será então enviado ao Congresso Nacional para aprovação dos deputados e dos senadores.

 

Concurso
O governador também anunciou a abertura de um concurso público em abril para a contratação de 1,5 mil agentes e 300 escrivães. O aumento do quadro da corporação irá reforçar a segurança pública no Distrito Federal.