Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/04/19 às 14h48 - Atualizado em 21/05/19 às 12h15

Gestão Compartilhada: Grupo de Trabalho se reúne para direcionamento de ações

COMPARTILHAR

 

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, delegado Anderson Torres, coordenou, nesta segunda-feira (22), a reunião do Grupo de Trabalho criado para realização de estudos, análise, aperfeiçoamento e extensão do Projeto “Escola Gestão Compartilhada”.

 

O Coordenador Substituto do Projeto, o chefe da Unidade de Políticas Públicas da SSP/DF, coronel Eduardo Holanda, informa que os membros irão operacionalizar as ações estabelecidas pelo decreto de criação do grupo. “Esta reunião é de suma importância, pois teremos, a partir de agora, reuniões semanais para alinharmos os trabalhos”, completa Holanda.

 

O Projeto é uma parceria entre a Secretaria de Segurança Pública do DF, a Secretaria de Educação (SEE), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e o Corpo de Bombeiro Militar (CBMDF). Desde 11 de fevereiro, quando começou o ano letivo, os militares estão presentes nos Centro Educacionais (CED) 1 da Estrutural, 308 do Recanto das Emas, 7 de Ceilândia e 3 de Sobradinho.

 

Para o secretário Anderson Torres, o modelo tem qualidade para ser expandido. “As escolas de gestão compartilhada são um projeto do Governo Ibaneis que tem enorme potencial para alcançar o país inteiro”.

 

O novo formato está contribuindo para melhorar questões como segurança, disciplina e desempenho na aprendizagem dos alunos. Para o secretário adjunto de Educação, Mauro Oliveira, a mudança no comportamento, disciplina, notas e respeito a colegas e professores é nítido na escolas compartilhadas. “Convido as pessoas a visitarem as escolas, a conversarem com pais, professores, alunos e funcionários para terem a real noção da evolução destas escolas”.

 

Sobre o Grupo
O grupo de trabalho é presidido pelo governador Ibaneis Rocha e foi criado por meio do Decreto Nº 39.765, em 9 de abril deste ano. Os secretários de Segurança Pública, Anderson Torres, e de Educação, Rafael Prudente, são os coordenadores do grupo.

 

As reuniões dos subgrupos serão diárias. Com os coordenadores, o encontro será semanal e com o governador mensal. O grupo tem até noventa dias para apresentar definições, a partir da data de sua criação.

 

Adriana Machado e Nicole Vasconcelos, da ASCOM – SSP/DF