Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/11/21 às 10h44 - Atualizado em 4/11/21 às 10h52

🤚🏼👧🏼👦🏾 Finalizada primeira edição presencial do Projeto PCDF na Escola

Divisão de Comunicação, da PCDF**

 

A Escola Superior de Polícia Civil- ESPC, por meio da Seção de Polícia Comunitária – SPCOM, finalizou, na última semana, a primeira edição totalmente presencial do Projeto PCDF NA ESCOLA, na Escola Classe 401 do Recanto das Emas. Junto ao encerramento, foi lançada a Cartilha de Combate à Violência Sexual contra Crianças, destinada especificamente para orientar o corpo docente quanto ao tema, que contou com a presença da diretora da Divisão de Ensino Superior da Escola Superior de Polícia Civil, Delegada de Polícia, Dra. Valéria Martirena.

 

espc

A cartilha foi desenvolvida a partir da experiência na formação ministrada aos professores

 

A cartilha foi desenvolvida a partir da experiência na formação ministrada aos professores, como uma das etapas do Projeto PCDF NA ESCOLA. A primeira parte da Cartilha destina-se a orientar os docentes quanto aos principais conceitos que envolvem a violência sexual contra crianças, especialmente o perfil das vítimas e sinais identificadores. A segunda parte, destina-se a demonstrar as medidas de proteção das crianças, indicando o fluxo de notificação em casos de suspeita ou de revelação espontânea.

 

O Projeto PCDF NA ESCOLA beneficiou, em sua primeira turma presencial, 153 crianças na Escola Classe 401 do Recanto das Emas. Trinta e quatro docentes da escola também foram capacitados.

 

O curso foi dividido em cinco encontros, em que os estudantes aprenderam sobre: Virtudes e Valores (justiça, prudência, equilíbrio, coragem e respeito) e Mecanismos de Autoproteção contra Abuso e Exploração Sexual. O acesso ao conteúdo ocorreu por meio de contação das histórias da Mina e suas Luzinhas, da Editora FTD. As crianças refletiram sobre a importância de não confiar em estranhos, bem como o que fazer diante de uma situação que “não cheira bem”, ou seja, aquela situação que causa desconforto, uma sensação esquisita, típicas daquelas que sofrem abuso sexual.

 

Como forma de estimular a denúncia, foram criados formulários no google forms, que já apresentaram, em suas respostas, algumas situações que sinalizam casos de abuso sexual.

 

**Com alterações