Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/05/18 às 12h43 - Atualizado em 29/10/18 às 12h55

Festas juninas: saiba como soltar fogos de artifício em segurança

COMPARTILHAR

Pelo menos 300 festas juninas estão cadastradas para acontecer no próximo mês no Distrito Federal. Durante a tradicional festividade é comum as pessoas soltarem fogos de artifício. Por isso, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) orienta a melhor forma de manusear o produto e onde ele deve ser comprado.

 

Na hora de procurar, a orientação é observar se a loja é autorizada para esse tipo de comércio. Uma boa dica é verificar se o estabelecimento emite nota fiscal da venda. A caixa do produto deve vir com o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o que mostra que ele passou por análise de segurança.

 

Ao soltar os fogos de artifício, a pessoa deve ter cuidado. Para evitar acidentes, o representante do Serviço Operacional de Informação Pública do CBMDF, capitão Ronaldo Reis, explica a melhor forma.

 

“O manuseio deve ser feito por adultos, de preferência que não tenham ingerido bebidas alcóolicas. Outro cuidado importante é não reaproveitar os fogos que não funcionaram e colocá-los em um balde com água para neutralizar a carga explosiva”. Em casos de eventos pirotécnicos, a apresentação deve ser realizada por profissionais habilitados.

 

Outras dicas: 

 

– Não acenda fogueiras embaixo ou próximas de árvores e da rede elétrica, com distância mínima de 50 metros da vegetação;

– Faça a limpeza do local onde será feita a fogueira e coloque uma camada de areia entre o solo e troncos. Essa medida vai evitar que eles se espalhem;

– Evite brincadeiras perto de fogueiras. O cuidado deve ser redobrado com as crianças.

 

Em casos de acidentes, a orientação é lavar a queimadura em água corrente e não usar nenhum produto sem indicação médica. “É importante também não estourar as bolhas provocadas pelo machucado. Elas são uma defesa natural do organismo que protege de infecções. Procure um atendimento médico para os devidos cuidados ou ligue imediatamente para o 193”, enfatiza Reis.

 

 

Apesar de no Distrito Federal não ter a cultura de soltar balões, o militar faz um alerta sobre essa prática perigosa. “O balão pode cair em florestas, residências e indústrias e causar grandes prejuízos ambientais, patrimoniais ou machucar pessoas”.  É importante lembrar que soltar balões, bem como sua fabricação, venda ou transporte é crime.

 

Cadastro das festas juninas no DF

Para festas com estimativa de público acima de 200 pessoas, em qualquer região administrativa do Distrito Federal, é indispensável fazer o cadastro na Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social (SSP/DF). O passo a passo sobre a documentação está no site www.ssp.df.gov.br.