Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/03/18 às 20h51 - Atualizado em 29/10/18 às 12h57

Parceria entre DF e Entorno agilizará atendimentos de emergência

COMPARTILHAR

Comunicação entre os centros de atendimento de emergência do DF, GO e MG passará a ser feito via rádio; Contato era feito por telefone

Ações integradas de segurança entre o Distrito Federal e cidades do Entorno, de Goiás e Minas Gerais, ficarão mais ágeis com a assinatura do protocolo que cria um canal de comunicação via rádio entre as três unidades da Federação. O serviço estará disponível por meio da parceria firmada nesta quinta-feira (15) entre a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social (SSP/DF) e os Centros Operacionais Policiais Militares (Copoms) de Goiás e Minas Gerais, por meio da Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade).

Os rádios foram cedidos pela SSP/DF aos Copoms de Luziânia, Águas Lindas e Planaltina de Goiás. O serviço será ampliado para Formosa (GO) e Unaí (MG). A frequência modular para o funcionamento dos equipamentos é da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Para o coordenador da Ciade, o delegado José Carlos Medeiros, o objetivo é otimizar a troca de informações entre as centrais.

“Diferente do telefone, que pode estar ocupado, o rádio possui uma comunicação imediata. A ideia é diminuir o tempo no atendimento à ocorrências ordinárias, emergenciais e de urgências”, explicou Medeiros.

O subcomandante do Comando Regional de Polícia Militar de Águas Lindas, tenente-coronel Dakson Lima, representou os municípios goianos e falou da importância do novo formato de comunicação. “Essa tecnologia de comunicação é altamente confiável com mensagens limpas, objetivas e rápidas e nós acreditamos que isso permitirá melhor planejamento e reação nas eventuais ocorrências interestaduais”, concluiu.

Para o delegado-chefe da 16º Delegacia Polícia, de Unaí, a nova ferramenta contribuirá com a agilidade e atuação da Segurança Pública na região do entorno e DF. “Os crimes podem começar em um estado e terminar em outro. Portanto, a rapidez é fator decisivo nesse combate. Nossa missão é dar uma resposta ágil para a sociedade”.

Procedimento Operacional Padrão

O protocolo também prevê a padronização do trabalho dos atendentes dos Copoms e Ciade. “A medida vai agilizar o atendimento de maneira que cada um saiba o que fazer. Criamos rotinas essenciais para maior agilidade ”, explicou Medeiros.

Edição: Adriana Machado


Acompanhe a #SSPDF nas redes sociais:   

Facebook | Twitter | Instagram | Youtube