Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/02/18 às 20h36 - Atualizado em 29/10/18 às 12h57

Defesa Civil do DF adere a sistema de alertas via SMS

COMPARTILHAR

Serviço foi desenvolvido pelo Ministério da Integração e orienta o que os cidadãos devem fazer em caso de emergências

O sistema de alertas de desastres naturais, via SMS, está funcionando no Distrito Federal desde o início desta semana. Os alertas são gerados pela Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil do DF em parceria com o Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec).

Desenvolvido pelo Ministério da Integração Nacional (MI), o serviço orienta a população quanto aos procedimentos que precisam ser adotados diante do risco de inundações, alagamentos, temporais ou deslizamentos de terra, por exemplo.

Os celulares ativos no DF receberam uma mensagem de cadastro. Para ativar o serviço, é necessário responde-la indicando o CEP do local de onde deseja receber os alertas. Após esse procedimento, o celular do usuário estará apto para receber os alertas. É possível cadastrar mais de uma localidade.

“[O sistema] virá para prevenir acidentes e emergências não apenas em áreas de risco, mas em todo o distrito federal. Munidas dessas informações com antecedência, a população pode se precaver. É importante salientar que esses dados, contudo, dependem da disponibilidade dos centros de meteorologia e de radares”, destacou o subsecretário do sistema de defesa civil, coronel Sérgio Bezerra.

Caso não tenha recebido a mensagem para cadastro, o interessado deverá enviar seu CEP para o número 40199. O serviço poderá ser cancelado a qualquer momento, se o usuário desejar.

Histórico nacional

Além do Distrito Federal, Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Santa Catarina já contam com o serviço, que foi testado durante seis meses em 25 cidades de Santa Catarina e Paraná, atendendo a mais de meio milhão de usuários de telefonia móvel.

Edição: Adriana Machado 

 

Acompanhe a #SSPDF nas redes sociais:  

Facebook | Twitter | Instagram | Youtube