Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/11/21 Ă s 17h01 - Atualizado em 4/11/21 Ă s 9h05

🚹🩉 Curso de inteligĂȘncia de segurança pĂșblica capacita servidores

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

Com o objetivo de promover a capacitação e a integração das agĂȘncias de inteligĂȘncia de Segurança PĂșblica – local e federal, a Secretaria de Segurança PĂșblica do DF (SSP-DF) promove, atĂ© 26 de novembro, o Curso de InteligĂȘncia de Segurança PĂșblica 2021 (Cisp 2021). O curso teve inĂ­cio nesta quarta (3), no auditĂłrio do Departamento de TrĂąnsito do DF, com 33 alunos.

 

Integração Ă© o foco da capacitação, que reĂșne servidores de diversas instituiçÔes locais e federais | Foto: Divulgação/Secretaria de Segurança PĂșblica do DF

 

O curso Ă© baseado em metodologia ativa de ensino e busca proporcionar aprendizado teĂłrico e prĂĄtico, contextualizado com situaçÔes reais e cotidianas da atividade de inteligĂȘncia. A capacitação faz parte da PolĂ­tica de Segurança PĂșblica do Distrito Federal. “Uma das nossas principais metas Ă© poder prestar um serviço pĂșblico cada vez melhor, com mais qualidade. Esta Ă©, inclusive, uma determinação do governador Ibaneis. Para isso, Ă© primordial que nossos servidores sejam constantemente capacitados”, ressalta o secretĂĄrio de Segurança PĂșblica, JĂșlio Danilo.

 

AlĂ©m das forças de segurança locais, participam da capacitação representantes da CĂąmara Legislativa do DF (CLDF), do MinistĂ©rio da Justiça e Segurança PĂșblica (MJSP), polĂ­cias Federal (PF), RodoviĂĄria Federal (PRF) e Civil de GoiĂĄs (PCGO), secretarias de Justiça e Cidadania (Sejus) e de Administração PenitenciĂĄria (Seape), da Secretaria de Segurança PĂșblica de GoiĂĄs (SSP-GO), Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), Controladoria-Geral do DF, Casa Militar, Tribunal de Contas do DF (CGDF) e vice-governadoria do DF.

 

“A troca de experiĂȘncias e de conhecimento entre diferentes ĂłrgĂŁos Ă© enriquecedora e impacta diretamente a melhoria de processos de ĂłrgĂŁos locais, federais e de outros estados”JĂșlio Danilo, secretĂĄrio de Segurança PĂșblica do DF

É a terceira vez que o curso Ă© realizado, tendo como foco a integração entre as agĂȘncias de inteligĂȘncia. “A integração Ă© prioridade para a Segurança PĂșblica local. No DF temos alcançado reduçÔes histĂłricas de crimes e, sem dĂșvida, as açÔes de inteligĂȘncia estĂŁo sendo essenciais. A troca de experiĂȘncias e de conhecimento entre diferentes ĂłrgĂŁos Ă© enriquecedora e impacta diretamente a melhoria de processos de ĂłrgĂŁos locais, federais e de outros estados”, afirma o secretĂĄrio.

 

O curso foi organizado pela Subsecretaria de InteligĂȘncia (SI) da SSP-DF. De acordo com o subsecretĂĄrio de InteligĂȘncia, delegado George Couto, a capacitação atende a polĂ­tica de segurança pĂșblica do Distrito Federal. “Nossa missĂŁo, alĂ©m de integrar, Ă© oferecer um protocolo de padronização de atuação, de nivelamento de conhecimento entre as agĂȘncias, alinhados Ă  polĂ­tica de segurança. Antes pensĂĄvamos em inteligĂȘncia apenas com o envolvimento de ĂłrgĂŁos policiais, mas atualmente percebemos como Ă© importante a integração com outras ĂĄreas.”

 

Para Marcus VinĂ­cius Antunes, tenente-coronel da PolĂ­cia Militar do DF (PMDF) e aluno do curso realizado em 2020, a capacitação possibilita debater e pensar novas formas de produzir conhecimento. “Este Ă© o ambiente perfeito para o que propĂ”e o curso: agentes que saibam romper as barreiras de dados negados, agir com reserva, criatividade, espĂ­rito de corpo e, sobretudo, com inteligĂȘncia”, relata.

 

 

O primeiro-tenente da PMDF e servidor da SSP-DF, Adriano Eduardo, avalia que a capacitação irĂĄ auxiliar o trabalho das instituiçÔes. “AlĂ©m de desenvolvimento pessoal e satisfação no trabalho, vai contribuir significativamente no processo de integração com outros ĂłrgĂŁos, estabelecendo-se uma rede de contatos, o que Ă© essencial para o desenvolvimento das atividades de operaçÔes integradas”, afirma.

 

JĂĄ Tatiana Valente Gushiken, agente socioeducativa da Sejus, a troca de expertise entre os ĂłrgĂŁos Ă© fundamental para desenvolvimento das açÔes. “Vejo que a atividade de inteligĂȘncia se mostra cada vez mais essencial para o desenvolvimento estratĂ©gico das instituiçÔes, assim como a efetivação de parcerias com as demais agĂȘncias, como forma de fortalecer a Segurança PĂșblica e alcançar melhores resultados”, conclui.

 

Edição: João Roberto