Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/12/21 às 20h00 - Atualizado em 8/12/21 às 15h00

🚨 Cidade da Segurança Pública reduz índices criminais em São Sebastião

Como em edições anteriores do projeto, a participação popular marcou presença na Cidade da Segurança Pública (CSP), que ocorreu em São Sebastião até o último domingo (5). Foram mais de dois mil atendimentos ao público, entre emissão de carteiras de identidade, vacinação contra a covid-19 e orientações com foco no enfrentamento à violência doméstica, entre quinta-feira (2) e sábado (4). As ações de policiamento foram realizadas na região até domingo (5). Foram quase 500 abordagens somente durante a Operação Quinto Mandamento.

 

 

“Em três dias, chegamos a contabilizar 2.333 atendimentos, o que comprova que preparamos a programação de acordo com as demandas dos moradores locais, com base no trabalho prévio de nossas equipes”Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

 

 

As ações de policiamento foram reforçadas na região e seguiram até a madrugada desta segunda-feira (6) e os resultados foram percebidos. Entre quinta-feira (2) e sábado (4) houve redução de 54,4% de ocorrências criminais. Não houve nenhum registro ou tentativa de crimes neste período.

 

Agentes das polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e Detran-DF, entre outras pastas, reforçaram as ações da 5ª edição da CSP, em São Sebastião | Fotos: Divulgação/SSP-DF

 

 

O resultado obtido foi positivo e o objetivo foi atingido, como afirma o secretário de Segurança Pública do DF, Júlio Danilo. “As ações de policiamento e segurança são de extrema importância, mas o objetivo da CSP inclui, ainda, prestação de serviço e atendimentos de qualidade à população, sempre voltados à prevenção da criminalidade. Em três dias, chegamos a contabilizar 2.333 atendimentos, o que comprova que preparamos a programação de acordo com as demandas dos moradores locais, com base no trabalho prévio de nossas equipes”.

 

Esta quinta edição da CSP contou com a participação da Secretaria de Saúde, que montou um ponto de vacinação na estrutura montada ao lado da Administração Regional de São Sebastião, para atender todos os públicos a partir dos 12 anos com primeira e segunda doses, dose de reforço e dose adicional. A ação integra o esforço do Governo do Distrito Federal (GDF) em aumentar a cobertura vacinal da população, iniciada em 27 de novembro. “A integração que sempre ressaltamos não se limita às forças de segurança, mas ao governo de forma geral. Foi uma oportunidade de reforçar a importância da vacinação. Foram mais de 300 doses distribuídas”, argumenta Danilo.

 

Foram mais de dois mil atendimentos ao público, entre emissão de carteiras de identidade, vacinação contra a covid-19 e orientações com foco no enfrentamento à violência doméstica, entre quinta-feira (2) e sábado (4)

“É muito importante para nós virmos aqui porque estamos colocando a vacinação mais próxima da população”, afirmou o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache. “Vamos continuar fazendo essas ações onde a Secretaria de Saúde for chamada”, completa.

 

Dentro dos atendimentos direcionados à população, houve uma programação específica para prevenção da violência doméstica. Além das orientações realizadas por equipes da Polícia Civil do DF, com a Deam Móvel, e militares da PMDF, com orientações do Programa de Prevenção Orientado à Violência Doméstica e Familiar (Provid), foi realizado um encontro com lideranças religiosas, por meio da Aliança Distrital de Instituições Religiosas e Sociais. O objetivo é capacitar líderes e articuladores sociais a identificar situações de violência e a fazer os encaminhamentos à rede de atendimento e de denúncia, quando necessário.

 

De acordo com o subsecretário de Prevenção à Criminalidade, José Sávio Farias, a Aliança Distrital busca a integração da SSP/DF com as lideranças comunitárias religiosas, visando o enfrentamento à violência doméstica. “E aqui em São Sebastião, conseguimos reunir as principais lideranças para transmitir o recado da secretaria, no sentido de promover essa união entre as partes, para criar ações pontuais, de acordo com a realidade local, seja ela de capacitação, prestação de serviços acolhimento e união entre as forças de segurança para promover a cultura da denúncia”, aponta o representante. “O objetivo é estarmos juntos, caminhando para enfrentar essa violência doméstica familiar”, finaliza o subsecretário.

 

“Foram quase quinhentas abordagens pessoais e mais 300 carros e motos fiscalizados. O Detran emitiu 83 multas por diferentes infrações durante os dias de CSP na região”Milton Neves, secretário executivo de Segurança Pública

 

Elaine de Farias, 40 anos, mãe de José Pedro e Maria Isadora, aproveitou o último dia do evento e levou os filhos para conhecer um pouco mais sobre a atuação das forças de segurança. “O caçula sonha em ser bombeiro e a mais velha em atuar na área da PCDF, então eu trouxe eles para conhecer um pouco da estrutura das repartições”, conta a moradora de São Sebastião.

 

Informado pela esposa, que trabalha na administração de São Sebastião, o motorista Diego Souza Almeida, veio com o filho Arthur, 7 anos, para a CSP. Pai e filho visitaram as exposições do Detran e da Polícia Militar, corporação que o pequeno sonha em fazer parte quando crescer. “O evento está sendo muito bom, o pessoal da segurança está de parabéns”, declarou o pai. “Eu gostei muito de conhecer os policias militares”, acrescentou a criança.

 

Quinto Mandamento

Foram realizadas operações diárias de combate à criminalidade, além do policiamento ordinário realizado pelo 21º Batalhão da Polícia Militar do DF e 30ª Delegacia de Polícia, da Polícia Civil do DF, responsáveis pela região de São Sebastião. Entre sexta-feira (2) e domingo (5), as ações ganharam reforço com a operação Quinto Mandamento. “Foram quase quinhentas abordagens pessoais e mais 300 carros e motos fiscalizados. O Detran emitiu 83 multas por diferentes infrações durante os dias de CSP na região”, informou o secretário executivo de Segurança Pública, Milton Neves.

 

Quinto Mandamento ocorreu na região entre sexta (3) e domingo (5)

 

Fiscalização de sentenciados

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seape) intensificou a fiscalização de imposições penais de sentenciados, como aqueles que cumprem regime aberto, prisão domiciliar ou livramento condicional ou ainda regime semiaberto beneficiado com trabalho externo. Somente na primeira noite de atuação na Quinto Mandamento, 126 apenados foram fiscalizados.

 

“A cooperação entre órgãos do Sistema de Justiça Criminal, bem como a troca e a difusão de inteligência, só podem ter como consequência a constante melhora na qualidade de vida da população do DF. Da mesma forma, a segurança pública tem muito a ganhar com a participação da Seape e da Polícia Penal em projetos como a Cidade da Segurança Pública, pois entramos com a expertise e as informações do sistema prisional”, enfatizou o coordenador administrativo da Seape, o delegado Waldek Fachinelli.

 

Além das forças de segurança – polícias Militar (PMDF) e Civil (PCDF), Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) e Departamento de Trânsito (Detran) –, também participam da CSP as secretarias da Mulher (SM), de Justiça e Cidadania (Sejus) e de Administração Penitenciária (Seape), o Banco de Brasília (BRB), Neoenergia BSB, Defesa Civil e Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

 

Edição: João Roberto