Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/07/21 às 20h10 - Atualizado em 13/07/21 às 9h51

📚🧑🏼‍🚒Boas práticas do Corpo de Bombeiros é tema de livro

COMPARTILHAR

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

Como parte das ações comemorativas pelos 165 anos do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), será lançado, nesta terça-feira (13), o livro Boas Práticas Organizacionais do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. A obra aborda pesquisas e práticas dos autores – bombeiros de diferentes formações – em áreas como orçamento público, comunicação, doutrina e ensino, gestão de projetos e processos e da gestão operacional. O lançamento ocorrerá às 17h, no Auditório Coronel José Nilton Matos, da Academia de Bombeiros Militar, localizado no Setor Policial Sul.

“O CBMDF é uma instituição que se destaca por conta da excelência na prestação de serviços à sociedade e também pelas práticas institucionais internas adotadas. A publicação, sem dúvida, poderá contribuir com o trabalho de outros órgãos públicos e refletir positivamente na própria corporação”, avalia o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo.

 

O prefácio da obra foi escrito pelo comandante-geral do CBMDF, coronel William Bomfim, que também contribuiu com o artigo Governança Para Resultados na Administração Pública: uma autoavaliação do CBMDF. “É uma honra poder contribuir com o livro. Ele apresenta resultados de pesquisas acadêmicas e experiências corporativas para executar a missão institucional de proteger vidas, patrimônio e meio ambiente.”

“O CBMDF é uma instituição que se destaca por conta da excelência na prestação de serviços à sociedade e também pelas práticas institucionais internas adotadas. A publicação, sem dúvida, poderá contribuir com o trabalho de outros órgãos públicos e refletir positivamente na própria corporação” Delegado Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

 

Para o organizador e coautor da obra, que possui 19 capítulos, coronel André Telles Campos, a participação de diferentes profissionais que atuam na corporação é o grande diferencial da publicação. “Foi uma grata satisfação poder reunir profissionais que são referência em suas respectivas áreas de atuação para escrever esse livro. O resultado é uma contribuição ímpar para o aprimoramento da gestão administrativa e operacional de corpos de bombeiros pelo país. Além de difundir os resultados da pesquisa científica desenvolvida na corporação”, explica. Telles é coordenador de Ensino da Subsecretaria de Ensino e Gestão de Pessoas (Suegep) da SSP.

O livro custa R$ 65,00, tem 19 capítulos e faz parte das ações comemorativas pelos 165 anos do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal

 

O engenheiro civil e tenente-coronel Rossano Soares Bohnert, que atualmente integra o quadro da Defesa Civil do DF, contribuiu com o artigo Estudos sobre Vazamentos e Incêndio GLP. O artigo aborda uma revisão bibliográfica sistemática sobre acidentes envolvendo o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), sua dispersão atmosférica e seu comportamento no ambiente.

 

 

 

 

“Quando fui convidado para participar do livro não pensei duas vezes: meu tema será GLP, ou seja, gás de cozinha. Achei que era importante juntar o máximo de informações possíveis sobre este produto perigoso que está em praticamente 100% dos lares, comércios e indústrias. Então, ali discorro sobre características físicas, químicas, combustíveis e explosivas do GLP. Sem contar na realização pessoal de se escrever um livro e profissional de escrever uma espécie de manual”, explica.

 

A primeira coronel combatente do CBMDF, Helen Ramalho, escreveu sobre a análise pericial por meio dos dados levantados pelos peritos comandante de socorro. “Por meio do levantamento realizado no 1º semestre de 2020, foi possível à Diretoria de Investigação de Incêndios do CBMDF compreender melhor os diversos elementos que compõem a mancha de calor relativa aos incêndios, bem como estabelecer campanhas de prevenção de incêndios”, conta.

 

De acordo com a coronel, a partir da avaliação foi possível concentrar esforços para análise dos incêndios, tanto por Região Administrativa, quanto por incidência no período. “Foi possível verificar como a maioria dos incêndios tiveram início. Em estabelecimentos comerciais, foram provocados por fritadeiras elétricas e nos residenciais, os incêndios estavam ligados ao mau uso de carregadores de celular e equipamentos elétricos sem supervisão”, completa. A coronel é perita em Incêndios e Explosões do CBMDF desde 2001. Atualmente é gerente de Operações do Centro Integrado de Operações de Brasília – SSP/DF.

 

O livro pode ser adquirido por meio do site da editora.

 

Serviço:

Lançamento do livro Boas práticas organizacionais do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, nesta terça-feira (13), às 17h, na Academia de Bombeiro Militar, no Setor Policial Sul.

 

Edição: Lanna Morais

Leia também...