Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/09/19 às 14h35 - Atualizado em 4/09/19 às 8h56

?? SSP/DF realiza solenidade da bandeira de setembro

João Roberto, da Ascom – SSP/DF

 

Com o objetivo de fortalecer a união entre servidores, civis e militares, a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP/DF) realizou a quinta Solenidade de Hasteamento de Bandeiras deste ano. O evento ocorreu nesta segunda-feira (2), no estacionamento do edifício sede da SSP/DF. A cerimônia foi instituída desde a publicação da Portaria nº 37, em março deste ano, e ocorre mensalmente, sempre no primeiro dia útil de cada mês.

 

A ação promove os símbolos nacionais e fomenta o espírito cívico, além de integrar servidores da SSP/DF e órgãos vinculados. Em cada solenidade, a pasta também presta homenagem aos servidores recém-aposentados pelos serviços prestados à segurança pública do DF. A cada mês, uma subsecretaria fica responsável pelo evento. A deste mês foi realizada pela Subsecretaria de Prevenção à Criminalidade, gerida pelo subsecretário Daniel Nazi.

 

Em discurso, o secretário Anderson Torres elogiou o trabalho das forças de segurança em agosto, sobretudo pela redução das vítimas de crimes contra a vida. “Tínhamos o desafio de reduzir os crimes contra a vida em agosto. Graças ao empenho de todos, encerramos o mês com dez casos a menos, o que significa dez vidas salvas”. Para setembro, vamos continuar firmes na missão de proteger a sociedade”, ressaltou o titular da secretaria.

 

Participaram da cerimônia servidores da SSP/DF, das Polícias Militar e Civil do DF (PMDF e PCDF), do Detran, do Corpo de Bombeiros do DF, além de agentes do Comando de Operações Táticas (COT) da Polícia Federal, e da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE), da Sesipe. As unidades de operações aéreas da PCDF e do CBMDF sobrevoaram o local da solenidade.

 

Também participaram do evento o secretário executivo da SSP/DF, Alessandro Moretti, os comandantes-gerais da Polícia Militar, coronel Julian Pontes, e do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Emilson dos Santos, os diretores da Polícia Civil, Robson Cândido, e do Departamento de Trânsito (Detran), Valmir Lemos.

 

Homenagem

 

Dois policiais militares receberam um certificado de reconhecimento pelos serviços prestados à sociedade do Distrito Federal. O coronel Julian Rocha Pontes deixou, no mês passado, a Subsecretaria de Operações Integradas (Sopi) para assumir o comando geral da PMDF.  O ex-subsecretário foi homenageado por fortalecer o trabalho integrado entre as forças de segurança e outros órgãos do governo do DF.

 

O sargento Waldir Bonifácio da Silva foi homenageado por ter se aposentado após 30 anos e cinco meses de bons serviços prestados à sociedade do DF. Há 12 anos na SSP/DF, Waldir quer investir mais tempo em viagens e com os filhos. “Vou entrar em uma nova fase da minha vida. Pretendo cuidar mais da saúde e das pessoas próximas. Tenho certeza que vou sentir muita falta dos amigos que fiz durante esse tempo. Ser agraciado hoje, para mim, significa que cumpri bem a minha missão”.

 

Escolas Compartilhadas

 

As gêmeas Taís e Tainá dos Santos, de 16 anos, estudantes do 8º ano da Centro Educacional 308, do Recanto das Emas, escola de gestão compartilhada, têm um sonho em comum: estudar muito para entrar no Corpo de Bombeiros. “Acompanhamos, pela televisão, o trabalho deles na tragédia de Brumadinho, Minas Gerais. Acho que temos vocação para ajudar as pessoas, assim como os bombeiros fazem”.

 

As meninas acompanharam de perto e consideram positiva a transformação da escola em que estudam para a de gestão compartilhada. “Antes, tinha briga quase todo dia na saída da escola, mesmo de meninas. Agora o policial sempre está presente, na entrada e na saída, para observar os alunos” destacou Tainá.

 

Taís também aprovou o novo modelo. “Os policiais são engraçados, nos dão conselhos e nos ensinam a respeitar nossos pais, professores e colegas. Quando tratamos bem os outros, somos bem tratados também. Meus pais estão satisfeitos com as mudanças, pois sabem que estamos mais seguras”.

 

As escolas de gestão compartilhada, parceria entre as Secretarias de Segurança Pública e de Educação do DF, são escolhidas a partir de metodologia que leva em consideração aspectos de vulnerabilidade, violência interna e externa, índices de reprovação e evasão escolar, além dos últimos levantamentos do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

 

Edição: Nicole Vasconcelos